Top Nav

Reve, o Rei dos Deuses - Deuses Lusitanos

ago. 24, 2022 0 comments

Muitos teorizam acerca de quem será o Pai ou Rei dos Deuses Lusitanos - até conhecerem Reve, o Rei dos Deuses.

Noutras publicações sobre os Deuses Lusitanos decerto que já leram teorizações sobre que Deuses podem ser Reis do panteão. Podem considerar os Deuses teorizados como Reis ou Deuses Pai, como muitos o fazem, mas o que teria muita mais probabilidade de o ser é Reve. Reve, Reue, Reo ou Reus vem da palavra indo-europeia para "Deus", a mesma origem que os nomes de Jupiter e Deus. Alternativamente, significaria "planície" ou "rio". As imagens de Reve mostram-nos um homem com um martelo gigante, e ele seria em grande parte um Deus atmosférico, ou dos Céus, que controla o tempo e talvez todo o domínio solar/celestial.

Tem variados epítetos, todos que apontam para vertentes atmosféricas, locais ou ainda dos rios e montanhas. O mais popular é Larauco, que o localiza na Serra do Larouco. Esta ligação às montanhas é também um dos fatores que o coloca como Rei dos Deuses.

Existem treze altares e artefactos de Reve na Península Ibérica, principalmente nas zonas de Vila Real, Guarda e Castelo Branco.

Reve tem muitas semelhanças não só a Zeus e Jupiter, ambos Reis dos Deuses e dos Céus dos seus panteões, mas também a Taranis que seria dos mais importantes no panteão Celta, também um Deus dos Céus e montanhas que controla o tempo, que por si tem semelhanças a Thor do panteão nórdico, também um Deus igualmente importante. É por esta quantidade de semelhanças que existe uma grande probabilidade de Reve ter igual importância a estes Deuses. Existe ainda alguns altares em que Reve é atribuido o género feminino, o que faz alguns neo-pagãos acreditarem ou que existe um Reue e uma Reua que reinam os Céus juntos, ou que Reve é uma divindade feminina. Semelhante à interpretação feita de Bandua, levantamos ainda a possibilidade que ser um Deus que muda de género. O Deus dos céus é ainda considerado por alguns neo-pagãos consorte de Nabia, devido à ligação da água com a atmosfera e esta ser também chamada de Rainha.

O seu símbolo principal seria o martelo que carrega, que pode simbolizar o tempo, força masculina, ou proteção. Temos ainda o carvalho, uma árvore muito associada a Deuses dos trovões. Podemos considerar também a águia-imperial-ibérica, que simboliza coragem, poder e o céu. Como suas cores, podemos apostar no branco, dourado e cinzento, que relembras as montanhas, o sol e o céu. Já signos, temos Leão e Balança e números 1 e 8.

Reve é o Deus dos céus, que controla o tempo, a chuva, as tempestades, as nuvens, e pode ser chamado com esse propósito. Pode ainda ser chamado como Rei dos Deuses, um Todo-poderoso cuja palavra é final que concede proteção e poder a quem o merece.

Possíveis oferendas num culto neo-pagão a este Deus são: símbolos do martelo (que encontram em muita bijuteria nórdica que pode ser reaproveitada para o paganismo lusitano), folhas de carvalho, penas, velas brancas, água da chuva, aves cozinhadas, e ter respeito pelos fenómenos atmosféricos e apreciar o dia seja ele chuvoso ou solarengo.


@probablysininho Replying to @carloslobo.c Finalmente o tão esperado vídeo sobre Reve | próximo: Considerações Finais #witchtokportugal #paganismo #DeusesLusitanos #lusitanos #mitologia ♬ original sound - Rosa | Sininho 🧚‍♀️

 Referências:

https://omoledro.wordpress.com/deuses-ibericos/

https://www.atdlusitana.org/panteao-celtico-lusitano

https://www.wook.pt/livro/religioes-da-lusitania-i-jose-leite-de-vasconcelos/68386?a_aid=6043a09298b74 

Comentários

Related Posts

{{posts[0].title}}

{{posts[0].date}} {{posts[0].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[1].title}}

{{posts[1].date}} {{posts[1].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[2].title}}

{{posts[2].date}} {{posts[2].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[3].title}}

{{posts[3].date}} {{posts[3].commentsNum}} {{messages_comments}}

Comentários

Formulário de Contacto