Top Nav

Ataegina, a primavera do submundo - Deuses Lusitanos

abr. 12, 2021 1 comments

Após Endovélico, temos de abordar Ataegina, a sua mulher e rainha do submundo.

O seu nome significa "A Renascida" com boa razão. Tal como Endovélico, esta Deusa tinha a dualidade da vida e morte, mas enquanto o seu possível amante representa o ciclo do Homem, Ataegina é o ciclo da Natureza.

Por ser considerada mulher de Endovélico, é teorizado ser uma Deusa Mãe do panteão lusitano. Esta relação com Endovélico vem do mito da primavera. Segundo este mito moderno, no início da época fria, Ataegina descia até ao submundo, onde iria ter com o seu amante Endobólico (o epíteto ctónico do Deus Pai do panteão) e com ele ficaria até chegar a altura de trazer a vida à terra de novo, quando "renascia" e traria a primavera. Ataegina teria um mito primaveril assim, apesar de versões do mesmo poderem mudar de acordo com interpretação da Deusa.

Devido a este mito, foi-lhe atribuído o título de Deusa da primavera. No entanto, é impossível não ver as semelhanças entre este mito e o mito de Proserpina, a Deusa romana da primavera. Estas semelhanças e registos de Ataegina como um "epíteto" da Deusa romana fazem-nos pensar que, na verdade, nunca teria sido venerada como divindade primaveril, ou até mulher de Endovélico. Se for o caso, essa história e função foi apenas atribuída após a invasão romana. 

Esta teoria é apoiada pelo facto do culto a esta Deusa ser à sua faceta de Rainha do Submundo. Sempre sentada no seu trono, chamada para curar pessoas perto da morte (talvez controlasse quem vive e quem morre) e também para amaldiçoar e castigar. Podemos teorizar que talvez Ataegina não tivesse assim tantas semelhanças com Proserpina, mas sim mais com a Deusa céltica Morrígan, outra Deusa Mãe da morte e vingança. Outros fatores que apoiam esta teoria é o facto de ambas as deusas terem alguma associação com fertilidade, um dos seus símbolos serem cabras, e terem interpretações como Deusas tríplices (Deusas que tinham representações como donzelas, mães e anciãs).

Como podemos então cultuar esta Deusa em tempos modernos? Como Deusa da primavera e fertilidade, ou Deusa vingativa do submundo? 

A resposta é simples: as duas. Deuses não são pretos e brancos. Até Proserpina tinha a sua vertente vingativa e Morrígan tinha a sua vertente da fertilidade. Por escassez de informação e influência céltica e romana, nunca poderemos ter a certeza de como era a Ataegina "original". Neo-pagãos escolhem venerar uma Ataegina que é ambas: uma donzela gentil que nos traz a vida, a natureza, mas que, em simultâneo, pode castigar.

Podemos concluir que Ataegina é então uma Deusa da natureza, da primavera, das flores, da fertilidade, do amor (esta atribuição é devido à sua relação com Endovélico), da morte, da vingança, do submundo e alguns praticantes modernos consideram-na inclusive Deusa da magia.

Algo de que temos a certeza, é que o seu símbolo principal seriam os bovídeos, em específico, cabras e cabritos. Ignorando as associações com o diabo, que vieram muito mais tarde, a cabra representa abundância, fertilidade, instinto e individualismo. Outro símbolo que conhecemos é o ramo de cipreste, que simboliza a imortalidade e renascimento. Possíveis cores são: preto (morte, submundo), verde (fertilidade), rosa (primavera, amor), roxo (magia, imortalidade), prateado (presente em muitas Deusas que representem o feminino) e vermelho (vingança, individualismo, amor). Já possíveis signos, temos Virgem, Escorpião e Peixes, e os números 2 e 6.

Santuários a esta Deusa existem em Elvas.

Ideias para oferendas são: flores, especialmente durante a primavera, cipreste, figuras de cabras ou pratos com cabrito, bijuteria de prata e velas das cores correspondentes à vertente da Deusa que se deseja honrar (se se deseja honrar todas, branco é sempre uma boa escolha). Acima de tudo, a melhor forma de honrar deusas da primavera será sempre respeito pela natureza e se quisermos honrar a vertente vingativa, sermos justos nas nossas ações.

Referências:

https://omoledro.wordpress.com/deuses-ibericos/endovelico/

https://www.atdlusitana.org/panteao-celtico-lusitano

https://www.wook.pt/livro/religioes-da-lusitania-i-jose-leite-de-vasconcelos/68386?a_aid=6043a09298b74

https://www.wook.pt/livro/deuses-e-rituais-iniciaticos-da-antiga-lusitania-gilberto-de-lascariz/1499014?a_aid=6043a09298b74


@probablysininho

A Deusa Ataegina || Para a semana: A Deusa Trebaruna || ##DeusesLusitanos ##portugal ##pagã ##mitologialusitana ##pagão ##paganism ##pagan ##fy ##ataegina

♬ som original - Rosa🧚‍♀️

Comentários

Enviar um comentário

Related Posts

{{posts[0].title}}

{{posts[0].date}} {{posts[0].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[1].title}}

{{posts[1].date}} {{posts[1].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[2].title}}

{{posts[2].date}} {{posts[2].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[3].title}}

{{posts[3].date}} {{posts[3].commentsNum}} {{messages_comments}}

Comentários

Formulário de Contacto